­­Horas em Durban

­­Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

­­Etiquetas

­­ todas as tags

Conferência de Cancun - 2010
Conferência de Copenhaga - 2009
Conferência de Poznan - 2008
Conferência de Bali - 2007
Conferência de Nairobi - 2006
logo da Quercus
Terça-feira, 6 de Dezembro de 2011

Ban Ki-moon: "o futuro do nosso planeta está ameaçado"

 

O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, no discurso de abertura do segmento de alto nível aos líderes dos diferentes Estados presentes, afirmou que “temos de ser realistas sobre uma ruptura em Durban, com crises económicas, diferentes visões, mas (…) o futuro do nosso planeta está ameaçado, em causa está a sobrevivência de algumas  nações. A ciência é clara – as emissões de carbono estão no topo em termos históricos e a subir. Estamos perto de um ponto de não retorno e do abismo.” “A população olha para vós com esperança. A população não pode receber um não da vossa parte. É o momento para sermos ambiciosos. Não é a primeira vez que enfrentamos os cépticos. Em Durban temos que manter o 'momento'”.

 

Ban Ki-moon referiu que é fundamental haver quatro avanços fundamentais que recebem o total apoio das associações de ambiente: implementar o acordado em Cancún na área da adaptação e transferência de tecnologia; progredir no financiamento de curto e longo prazo, com transparência na pronta entrega destes fundos a quem mais precisa do mesmo desde já e que se encontrem as fontes para o longo prazo, lançando aqui em Durban o Fundo Climático Verde acordado há um ano; assegurar o futuro o Protocolo de Quioto, que na ausência de um acordo global deve ser a estrutura que tem de continuar a crescer, aprovando-se um segundo período de cumprimento (discurso interrompido com aplausos); e por último, materializar uma visão abrangente, efectiva e robusta para lidar com o problema que seja desenvolvida nos próximos tempos, começando já no próximo ano no Qatar (menção a um futuro acordo global).

E terminou: “Acredito na vossa liderança política.”

 

De uma sala cheia de delegados, vamos ver agora que liderança os governantes aqui presentes vão ou não assumir. [ver discurso integral em PDF]

por Quercus às 14:11
link do post | comentar | favorito
| | partilhar

­­Subscrever

[conta Twitter reutilizada para as COP seguintes]
COP17

­­Links

­­Pesquisar

 

­­Arquivos

­­ Dezembro 2011

­­ Novembro 2011

­­ Outubro 2011

­­ Setembro 2011

blogs SAPO